• Portal Resolve publicou uma atualização 4 meses atrás

    Com o agravamento da pandemia e o Brasil sendo o país que mais registrou mortes nessa quarta-feira 10 Março (de acordo com a plataforma wordometers foram 2.286 mortes), o isolamento social é a principal estratégia para evitar o contágio. A telemedicina acaba sendo a única alternativa em muitos cenários no Brasil. Isso inclui desde o monitoramento de pacientes com suspeita de coronavírus até o acompanhamento de pessoas em isolamento domiciliar. Segundo o Ministério da Saúde, toda a gama de especialidades médicas está autorizada a prestar a teleconsulta.
    Os atendimentos podem ser feitos por meio de telefone, onde médico e paciente podem acordar em dia e horário em que a consulta será realizada.
    O profissional de saúde precisa atender a alguns itens normativos da prática:
    Garantir a segurança dos dados do paciente;
    Preencher, obrigatoriamente, o prontuário eletrônico do paciente;
    Em situações suspeitas de coronavírus, observar as normas e orientações do Ministério da Saúde sobre notificação compulsória, em especial aquelas listadas no Protocolo de Manejo Clínico do Coronavírus (Covid-19).

©2021 Criado por Smart Solution

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account